Pesquisar
DEFESA DA EXPLORAÇÃO PETROLÍFERA

Economia


31/10/2017

Mauro Benevides, Jornalista e deputado
Na página nobre da Folha de São Paulo, em edição desta segunda-feira, o Ministro Moreira Franco defende a intensificação da exploração petrolífera pelo nosso País, alegando em nosso prol as potencialidades das reservas, existentes consideradas dentre as maiores do mundo inteiro.
Com visão globalizada dos problemas com que nos defrontamos, o Ministro defende a intensificação de um direcionamento para essa esfera nevrálgica, capaz de garantir uma ponderável rentabilidade ao Erário, se a porfia for desenvolvida sem mais protelações, já que, no caso, não se pode admitir qualquer modalidade de procrastinação ou desídia, desfavorecendo algo de extraordinária relevância para os cofres públicos.
Se, aos poucos, a imagem da gestão Temer vai granjeando prestígio no cenário mundial, é chegado o momento de garantirmos prioridade a uma temática de inquestionável potencialidade, como atesta o citado integrante do primeiro escalão do Poder Executivo.
A argumentação expendida, didaticamente, pelo representante fluminense, convence a qualquer patriota, podendo esse empenho, ora realçante, ser transformado em bandeira de luta indormida, que reclama ação proficiente, processada de maneira dinâmica e sem tergiversações.
Quando se efetuarem os leilões, que devem ser claros e precisos, os habilitados para essa tarefa ciclópica deverão possuir engenho e arte para processar tais iniciativas, sem interrupções, como a ocorrida na passada gestão, com prejuízos incalculáveis para a nossa Nação.
O novo programa de concessão deve ser colocado à disposição da massa de interessados, com a celeridade possível, sem procrastinações que deixem fugir, mais uma vez, essa excepcional oportunidade de a nossa Pátria melhor situar-se diante de parceiros internacionais.
Moreira Franco possui razões sobradas para formular a advertência ora consubstanciada, embasada que foi em dados técnicos irrefutáveis, numa conclamação feita, de modo presto, desqualificando quaisquer postergações inexplicáveis.

E-mail: contato@frentesparlamentares.com.br
(61) 99357-4803




fonte: www.sustentabilidadebrasil.com

Marcas da Sustentabilidade