Pesquisar
NOVA REDUÇÃO DA SELIC

Economia


27/10/2017

Mauro Benevides, Jornalista e deputado
Na linha descendente que vem sendo seguida pelo Comitê de Política Monetária é muito provável que cheguemos ao menor índice de 7,5%, o que estimulará, significativamente, o impulso de nossas atividades econômicas, carreando simpatias para o atual governo, estimulador do nosso posicionamento, assumido pelo Copom, indo ao encontro, portanto, dos anseios daqueles que sempre reagiram à taxa bem mais elevada, prejudicial às transações operacionalizadas pelos tomadores de empréstimos em nossas instituições financeiras.
Recordo que, anteriormente, tal decisão, num passado distante, era atribuição do Conselho Monetário Nacional – a que esse Colunista pertencia, na qualidade de Presidente do Banco Nordeste – ao lado do saudoso Camilo Calazans, à época dirigente máximo do Banco do Brasil, já que era funcionário de carreira da tradicional instituição financeira.
Recorde-se que um dos vultos mais preeminentes do Órgão destacava-se o economista veterano e conceituado, Otávio Gouveia de Bulhões, que nunca deixava de fazer, por escrito, uma breve análise do mercado, oferecendo sugestões aos Órgão, à época presidido pelo próprio Ministro da Fazenda.
Atuando, agora, com maior flexibilidade, o Comitê delibera, sem mais delongas, abrindo espaços mais favoráveis para transações das mesmas proporções, o que há ensejado aplausos do Comércio e da Indústria, por intermédio de seus Órgãos representativos, oficiais ou privados.
Confia-se, pois, em que até o término deste ano o decesso chegue a uma taxa mínima, o que vem sendo saudado, com euforia justificada, valendo como estímulo para que as operações não sejam gravadas com maiores ônus, com ocorria, anteriormente, mesmo com reação dos segmentos empresariais.
O Primeiro Mandatário recolherá, como dirigente máximo de nossa Nação, os encômios dos futuros beneficiários, os quais não regatearão aplausos a uma deliberação tendente a favorecer a imagem de Michel Temer, num instante em que ele enfrenta enormes desafios, ultrapassando-os com a serenidade e firmeza que sempre evidenciou, ao longo de sua atribulada na vida pública, iniciada em São Paulo e sequenciada na Capital de República.

E-mail: contato@frentesparlamentares.com.br
(61) 99357-4803



fonte: www.sustentabilidadebrasil.com

Marcas da Sustentabilidade