Pesquisar
Comissões da Câmara e do Senado vão debater programa de combate à febre aftosa

Agropecuária


6/6/2017

Sergio Souza (PMDB-PR), é necessária uma mudança qualitativa no status sanitário do País para a febre aftosa
As comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados; e de Agricultura e Reforma Agrária, do Senado, têm audiência pública, na quarta-feira (7.6.2017).
O objetivo é discutir o plano estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Febre Aftosa, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
A febre aftosa é uma doença viral altamente contagiosa que afeta principalmente o gado de leite e corte e os suínos.
O evento foi proposto pelos deputados Sergio Souza (PMDB-PR) e Dulce Miranda (PMDB-TO).

Mercado mundial
“Nos últimos dez anos, o Brasil vem galgando posições de destaque no mercado mundial de produtos de origem animal devido ao melhoramento progressivo da situação sanitária do seu rebanho animal, além da inegável qualidade dos produtos exportados”, ressalta Sergio Souza.
“Para que novos e valiosos mercados possam ser prospectados, aumentando a participação mundial do agronegócio brasileiro, é necessária uma mudança qualitativa no status sanitário do País para febre aftosa, que poderá ser alcançado com o reconhecimento de país livre sem vacinação”, acrescenta o parlamentar.

Convidados

Foram convidados para discutir o assunto com os deputados e senadores:
o diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Guilherme Henrique Figueiredo Marques;
o diretor substituto do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Ronaldo Carneiro Teixeira;
o consultor de Defesa Agropecuária da Confederação Nacional de Agricultura (CNA), Décio Coutinho;
o vice-presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Rui Eduardo Saldana Vargas;
o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Francisco Olavo Pugliesi de Castro;
a diretora técnica do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indeamt), Daniella Soares de Almeida Bueno; e
o presidente da Associação Brasileira de Criadores (ABC), Luiz Alberto Moreira Ferreira.

Hora e local
A audiência ocorrerá a partir das 14 horas, no plenário 13, da ala Alexandre Costa, do Senado. O evento terá transmissão ao vivo e participação popular pelo e-cidadania.

www.contato@sustentabilidadebrasil.br
(61) 99357-4803





fonte: Câmara Notícias

Marcas da Sustentabilidade